domingo, 8 de junho de 2008

Aparências


É.. vivemos num mundo de aparências.
Ninguém quer saber quem é você. Ninguém quer saber seus ideais, seus pensamentos, seus gostos, valores, raízes. As pessoas não estão interessadas em saber quem é você. Elas estão interessadas em saber quem você aparenta ser.
Não as interessa saber que por debaixo das roupas pretas existe uma pessoa normal, como qualquer outra, que existe um coração adorador. Às vezes elas até vêem isso, mas sabe, admitir uma realidade que não aparenta ser é muito difícil pra algumas pessoas. Saber que debaixo do cabelo colorido tem uma pessoa tão normal quanto elas é às vezes até assustador. Ver que debaixo dos piercings e tatoos tem um ser humano igual à elas é simplesmente horripilante. "Como pode? Ele é tão diferente..." Diferente de que, afinal?! Ele tem sentimentos, não é?! Ele tem dois olhos, um nariz, uma boca e duas orelhas, certo?! Ele está vivo? Ótimo! Vocês têm mais coisas em comum do que imagina!
O que acontece, é que a sociedade impõe um padrão de pessoas. Feito numa fábrica manual de carros. O modelo que cada operário tem que fabricar é "X", e todos os carros têm que sair exatamente feito "X". Às vezes acontece de "X" sair um pouco do padrão, por escolha do operário mesmo. Então, o que acontece? O carro é descartado. O dono da fábrica não aceita que os carros saiam "Z" ou "Y". Ele quer "X" e acabousse. E que o diferente se ferre!
É mais ou menos isso, que usei na minha comparação: As pessoas da sociedade são como os os operários, os carros são suas aparências; o dono da fábrica é a sociedade em geral, tal como a mídia.
Sinceramente, não há paciência que aguente... Ser diferente é ser normal! O que há de errado em ser diferente? Nós somos todos uma espécie que é por natureza um diferente do outro.
Chega de padrões!
Aparências, aparências...
De aparências se vive a sociedade.
Graças a Deus estou abandonando esse jeito de viver...




Ao som de "Slechtvalk"

Um comentário:

weslley disse...

Concordo plenamente...

a sociedade não liga para como a pessoa é por dentro, apenas com a estética das coisas...

se você é feio, tem cabelo colorido, usa piercings ou tatuagems vc é automaticamente excluido de certas coisas, o problema da sociedade esta em enxergar apenas o lado externo das coisas...